pequeno parêntesis XXVII

folgo em saber que sobreviveste à tal noite, ao contrário do que por pouco não acontecia há precisamente 366 dias atrás. agora, para além daquilo que é óbvio e dispensável de referir, quero encontrar um qualquer exercício masturbatório mental. não para mim, mas para os que me rodeiam. o Mundo tornou-se burro de há uns tempos para cá e eu não sei se será bom para a sanidade do meu alter-ego continuar a conviver com as coisas/pessoas no seu estado actual. é só isso que quero. duas coisas numa só (Pessoa). e se isso não for possível, olha, azar, que ao menos sobrevivas à noite de daqui a uns meses também.


Carolina
blog? São ensaios cegos, lúcidos, físicos & metafísicos. É uma mente deteriorada e uma mão cansada. Ou incansável. Relógios parados. E sangue? (...) Mas sobretudo perda de tempo. E possivelmente mais qualquer coisa. Não sei. Incerteza também.

yeah, thanks

© 2010, Luna