pequeno parêntesis XXX

temos demasiado para fazer em tempo nenhum. não que o não queiramos, de facto, fazer - porque queremos - estamos apenas cansados. de qualquer forma, eu acho que nós já nascemos cansados. cansados de não fazer nada que nos canse. e vai daí que já nem sei se o problema é realmente do cansaço, do tempo ou da falta dele. o que é o tempo? o tempo é o que tu quiseres que o tempo seja.
a mim parece-me que estás cansado de ti e eu cansada de mim, não que tenhamos feito alguma coisa por nós, mas o tempo, o tempo, o tempo. o tempo masturba-nos o cansaço e voa antes do orgasmo.

Carolina
blog? São ensaios cegos, lúcidos, físicos & metafísicos. É uma mente deteriorada e uma mão cansada. Ou incansável. Relógios parados. E sangue? (...) Mas sobretudo perda de tempo. E possivelmente mais qualquer coisa. Não sei. Incerteza também.

yeah, thanks

© 2010, Luna