pequeno parêntesis XX

tu e eu, nós, tivemos hoje um dia muito cansativo. corremos muito. ninguém corre como nós. nem ninguém vive a exaustão como nós. bem que merecemos deitar-nos no chão imundo da fábrica abandonada que tão bem nos tem abrigado. bem que merecemos os dois últimos cigarros do maço e os próximos dez minutos de lenta auto-destruição. às vezes penso no nosso futuro - e não comeces já a dizer que não temos futuro, porque temos. olha para nós, somos dois junkies manhosos, temos pouco, em breve nada. é altura de pararmos de acreditar que conseguiremos viver de nós mesmos e da nossa estupidez mascarada de arte. mas temos futuro, sabes?, o nosso futuro é oferecer o que nos resta. resta-nos oferecer o ânus e as outras partes do corpo um do outro que já nada nos dizem. não concordas? por mais um passeio a cavalo. ou dois, ou três, ou...

Carolina
blog? São ensaios cegos, lúcidos, físicos & metafísicos. É uma mente deteriorada e uma mão cansada. Ou incansável. Relógios parados. E sangue? (...) Mas sobretudo perda de tempo. E possivelmente mais qualquer coisa. Não sei. Incerteza também.

yeah, thanks

© 2010, Luna